segunda-feira, 1 de abril de 2019

O que ando a ler

A Feira das Vaidades de William Thackeray - um grande clássico da literatura inglesa que estou a gostar muito de ler.

terça-feira, 19 de março de 2019

O Último Rei da Escócia de Giles Foden

Em 2006 vi a adaptação deste livro para cinema. Se isso não tivesse acontecido e visse o livro num qualquer escaparate ia achar que estava perante um romance histórico. Um qualquer livro sobre o último homem a reinar sobre a Escócia, algures num século distante. Tal não podia estar mais errado.
Na realidade a única relação que o livro tem com a Escócia é o personagem principal, Nicholas Garrigan, um médico que abandona a sua Escócia Natal para ir trabalhar no Uganda.
Através deste personagem fictício ficamos a conhecer o dia-a-dia dos Ugandeses, da sua realidade, das suas lutas, mas principalmente Idi Amim, líder do país durante a década de 70. 
Mas então porque é que este livro se chama assim? Bem era assim que Idi Amim se autointitulava.
 
O livro não é aquilo que normalmente se chama de "biografia romanceada" é mais um livro que convida a reflectir sobre os ditadores, as ditaduras, a pobreza dos povos africanos, a escassez de recursos financeiros, a politica.... Realidades que continuam tão actuais agora como nos anos 70...
 

sexta-feira, 1 de março de 2019

O que ando a ler

O Último Rei da Escócia de Giles Foden - um excelente livro sobre a história recente do Uganda.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

O Miniaturista de Jessie Burton

O livro começa com o casamento de Nella e Johannes, um casamento sem amor e de pura conveniência, não seria de esperar outra coisa pois estamos em Amesterdão no séc, XVI. Nella tem dificuldades em se habituar à sua nova vida: encontra em Marin, a cunhada, uma pessoa fria e distante, o marido não lhe liga, os criados são estranhos...
Como prenda de casamento Nella recebe uma casa de bonecas. Nella decide fazer da sua casinha o verdadeiro lar que não encontra na vida real e começa a comprar peças. Estas peças, feitas pela famosa Miniaturista, que dá o nome ao livro, são assustadoramente reais e parecem conter presságios. 
Percebe-se pela leitura que Jessie Burton fez o trabalho de casa mas falhou no desenvolvimento da ideia. Eu até tive curiosidade por saber quem era a pessoa que enviava as miniaturas, mas a revelação final não me convenceu. Além disso achei a personagem principal muito sem sal, preferia um livro sobre Marin...
 

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

O que ando a ler

O Miniaturista de Jessie Burton - uma leitura que se aproxima da sua recta final. Não foi de todo um livro que tenha valido a pena...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Coisas que eu não entendo 5

Há uns meses percebi que a Wook dava agora a possibilidade de o cliente vender os seus livros. Isto é algo que a FNAC já tem há uns anos. Até aqui tudo bem. Há muitas formas de vender os livros que não se quer e esta é apenas mais uma. Hoje apercebi-me que na Wook só dá para vender livros esgotados. Livros que ainda existam no stock deles não aparece a opção venda o seu. Já na FNAC podemos vender qualquer livro. Não há restrições. Se a ideia da Wook era ganhar um extra com isto acho que nestes termos só fica a perder...

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

it's that time of the year

Nesta altura os posts sobre filmes que estão nomeados para os Óscares inundam a blogosfera. Sempre foi assim. Muitas vezes pergunto-me se as pessoas veem estes filmes porque lhes desperta o interesse ou porque estão nomeados. Acho sempre que é porque estão nomeados. Pessoalmente não vejo filmes porque foram nomeados, vejo porque me despertam. Isto não é uma critica é apenas uma observação.