segunda-feira, 26 de junho de 2017

O problema do Harry Potter

Hoje comemora-se o vigésimo aniversário da publicação do Harry Potter. Para mim, que nunca achei piada a fantasia, e nunca li os livros é um dia como outro qualquer. Para os fãs será certamente motivo de festa. Seja como for acho que ninguém fica indiferente ao Harry. E digo isto porque os livros deram um novo boost à literatura de fantasia. Talvez ainda esteja longe de ser considerado um grande género, mas não é mais um género marginal.
 
Para os mais curiosos digo que nunca li os livros nem nunca tive qualquer curiosidade em ler. Vi os filmes. Mas foi mais pelo leque de actores seniores do que pela história. Depois de ver confirmei aquilo que já suspeitava: não são mesmo livros ou melhor histórias para mim. Gosto de algo que possa ser uma realidade mágica, como o Cem Anos de Solidão ou o Como Água para chocolate e como já me disseram que o Murakami era. Mas no final do dia, são os livros com dramas reais que verdadeiramente me conquistam.

 

domingo, 25 de junho de 2017

Who are you??

O problema de sermos catapultados para uma vida totalmente nova - ou, pelo menos, empurrados tão violentamente contra a vida de alguém que é, no mínimo, como se estivéssemos com a cara colada à sua janela - é que nos obriga a repensar quem realmente somos. Ou quem parecemos aos olhos dos outros.


In Viver Depois de Ti de Jojo Meyes

sábado, 24 de junho de 2017

Afinal o algodão engana

Estava eu a ler este artigo. Quando me deparo com a palavra sapatilhas. Pensei: esta moça que escreveu deve de ser portuense. Fui ver e não, nasceu e cresceu em Setúbal. E pensava eu que depois de se passar o rio Douro o pessoal dizia todo ténis...
 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

A vingança é um prato que se serve frio...

A minha amiga R. já me pregou algumas partidas. Uma delas foi esta. Há dias ela enviou-me uma mensagem e eu disse-lhe: estava a pensar em ti. Eis o dialogo que esta simples mensagem gerou:
 
R: lol e o que tavas a pensar?
Madrigal: Isso não posso dizer é segredo :D :D
R: está bem depois dizes lol
Madrigal: Se eu te disser deixas o ***** ( nome do namorado) e eu não quero ser uma destruidora de lares :D :D :D
R: sonhaste que ele me traiu???
M: estava só a brincar. Na realidade estava a pensar ******....
 
quando ela me respondeu, umas horas depois disse: ainda estou a pensar naquilo que me querias dizer do segredo...
 
Eu lá esclareci que era só brincadeira outravez. Quando tinha explicado da primeira vez, falei de outras coisas, portanto ela pode não ter reparado. Mas posso dizer que sem querer consegui a minha vingança das partidas que ela me andou a pregar.


 

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Em Busca do Verdadeiro Amor de William Nicholson

Se eu visse este livro numa qualquer livraria acho que não lhe pegava. Digo isto porque o titulo ia levar-me a pensar que o livro era de auto-ajuda. Felizmente alguns livros encontram caminhos para chegarem até nós. O importante não é o caminho mas sim que cheguem a nós. Para os mais curiosos revelo que foi uma oferta de uma amiga. Ela leu e achou que eu ia gostar, não se enganou.
 
O livro conta-nos a história de Bron, um escritor que deseja escrever sobre o verdadeiro amor. Bron decidi que o livro será sobre o pintor Marotte que se apaixonara à primeira vista por uma preceptora inglesa. Desinspirado, ele procura refugio na casa de campo de um amigo. É lá que conhece a misteriosa Flora por quem se apaixona perdidamente. A partir daqui somos levados por um caminho deveras interessante. Mais que uma história de amor ou uma lição de história sobre o fictício Marotte, o livro é uma reflexão sobre o amor, os afectos, a beleza, a arte, a vida, o sexo...
 
Este livro é uma excelente narrativa que cativa e surpreende, em especial na recta final. Por isso, se o encontrarem por ai não pensem, como eu, que é um livro de auto-ajuda e deem uma oportunidade.


 

domingo, 18 de junho de 2017

sábado, 17 de junho de 2017

Esta mania dos artigos selecionados!!

Recebo email da H&M a dizer que há saldos. Vou ver a minha wishlist e metade não foi contemplado?? Começo a ficar farta disto. Se são saldos que seja em tudo e não no que lhes dá na veneta. Fico triste, ainda não é desta ponho a mão neste vestido.