quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Dezembro de 2010 e Don't Stop Believin'

para mim, Don't Stop Believin' (aqui numa versão dos actores da série Glee) é uma música que encoraja a seguir em frente e por isso mesmo deixo-a aqui com os mais sinceros votos a todos que visitam o blogue que 2016 vos traga muitas alegrias e coisas boas.

 
 
 

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Livros - O Melhor e o Pior de 2015

Já o ano passado deixei aqui uma lista dos melhores e piores livros que li. E este ano não será diferente.
Como sabem, eu tenho um clube do livro com umas amigas e a par disso vou lendo outros livros.
Este ano foi melhor em termos de leituras pois acho que li mais livros bons que o ano passado. Em 2014 penso que dispersei mais para livros leves, não que eu não goste deles, mas não são eles que me enchem barriga. Contava terminar a trilogia do Cavalo de Fogo e o segundo do Outlander, mas alguns percalços durante este mês ditaram que vou entrar em 2016 ainda na companhia de Eliah & Matilde e de Jamie & Claire.
 
Clube do Livro

O Melhor: O Amor em Tempos de Colera de Gabriel Garcia Marquez - Foi sem dúvida o melhor. Eu sempre gostei de livros com historias de amores proibidos, mas o livro não é só isso... A escrita do Gabo é extraordinária e fez-me sentir que estava mesmo lá. Todas nós gostamos, tanto que para este ano vamos ler o Cem Anos de Solidão.
 
O Pior: Os Sonhos que Tecemos de Kate Alcott - Um livro que não foi carne nem peixe nunca poderia ser considerado bom, quando muito considero-o razoável. Mas não me fica na memória...
 
Menção Honrosa: Longburn de Jo Baker - se não me tivessem emprestado talvez não o chegasse a ler. Nao sou muito fã destes livros que recontam livros que adoro, neste caso, Orgulho e Preconceito. Agradeço à C, por ter aceite ler comigo e principalmente por se ter adiantado na leitura e me ter dito que o livro melhorava muito, pois inicialmente não estava a gostar muito do livro.
 
 
Leituras Pessoais:
 
O Melhor: As Primeiras Luzes da Manhã de Fabio Volo - pequeno, simples, mas com muito para dizer e ainda mais para reflectir. Um autor que ficará debaixo do meu radar.
 
O Pior: Menina Rica, Menina Pobre de Joanna Reeves - uma verdadeira novela e mais não digo!
 
Menção Honrosa - A Arte Perdida de Guardar Segredos de Eva Rice - uma simpática oferta da E. que o tinha em duplicado. Um livro simples, despretensioso sobre uma jovem a viver em Inglaterra nos anos 50, fã de um cantor de Rock, quando o rock dava ainda os seus primeiros passos.
 
 
Apesar de não constar da lista, gostaria de dizer que este ano foi também marcado pela leitura do Memorial do Convento de José Saramago. Nunca tinha lido nada e gostei muito. Vou ver ser leio outros livros dele que tenho cá por casa.





terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Dezembro de 2013 e breve nota

Dezembro de 2013 não foi muito fértil em posts. Fica aqui um breve apontamento sobre essa grande série que é o Masters of Sex.
 
sabes que estás a precisar de uma vida quando estás ansiosa para jantares e ver o último episódio da temporada do Masters of Sex. A bem da verdade esta é a grande estreia da temporada.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Dezembro de 2011 e um Shameless Christmas

Queridos leitores, desejo a todos um feliz Natal e como Natal sem música não é Natal, ouçam os Gallaghers a cantar uma musiquinha natalícia.

 

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Macaulay Culkin ou quem é vivo sempre aparece

Estamos quase no Natal e Natal sem Sozinho em Casa não é Natal. Mas quais teriam sido as consequências para Kevin depois de dois Natais sozinho??? Ou o que foi feito dele?? As respostas estão no primeiro episódio de nova websérie DRYVRS


domingo, 20 de dezembro de 2015

e quando tu pensas que já viste de tudo, eis que descobres que tens de pensar melhor

somente porque andas na amazon e dás de caras com isto: livro
 
( também há livros para tricotar a Escócia, a Inglaterra, a Jane Austen, etc, etc. mas eu suspeito que não devem de ter tanta saída)

sábado, 19 de dezembro de 2015

Howl's Moving Castle

Nunca senti a magia ou o apelo do Harry Potter. Mas se há feiticeiro que conquistou o meu coração foi o Howl, do livro Howl's Moving Castle de Diana Wynne Jones. Vi o filme e depois li o livro e fiquei rendida. Ao ler este artigo do The Guardian lembrei-me que ainda não li o segundo e terceiro livro desta mini-saga. Aqui ficam o trailer e uma das belas músicas da OST do filme.
 




sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

o livro do ano em que tu nasceste

Uma lista de livros diferente, com os titulos mais importantes publicados no ano em que nascemos.
 
Em 1981 foram publicados:
 
 
Crônica de uma Morte Anunciada Gabriel García Márquez, este ano li o Amor em Tempos de Colera e como quero continuar a ler este escritor, com  certeza que um dia chegarei a este.
 
A Guerra do Fim do Mundo de Mario Vargas Llosa - nunca li nada dele, mas tenho planeado ler para o ano As Travessuras da Menina Má.
 
 
Filhos da Meia-Noite de Salman Rushdie é um livro e um autor que me despertam muita curiosidade e já que no meu ano de nascimento publicou este livro, tenho agora mais vontade de ler.
 
 
A vida exagerada de Martin Romagna de Alfredo Bryce Echenique - nunca ouvi falar do autor. Há sempre um livro que nunca ouvimos falar nestas listas.

 
Consultem a lista e descubram os livros que foram publicados no ano em nasceram.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

E.M. Forster is a fellow janeite

Ando há anos para ler o A Room with a View (Quarto com Vista sobre a Cidade) do E.M. Forster. Já vi o filme muitas vezes é um dos meus favoritos. Adoro o personagem Cecil Vyse. O que eu não sabia era que o E.M. Forster gostava de Jane Austen tanto como eu, como este artigo, escrito pelo próprio implica.
 
Ora o Cecil Vyse é um cromo, um tolo tal como é o Mr. Collins criado pela Jane Austen. Quando fazia parte do blogue Jane Austen Portugal, estive diversas vezes para escrever a comparar os dois personagens, só não o fiz porque achei que devia conhecer o personagem melhor através da leitura do livro.
 
Aqui fica o trailer do filme que vale bem a pena ver, quer pelo tolo adorável que é Cecil, pela bela paisagem italiana ou simplesmente para apreciar essas duas gigantes da representação que são Maggie Smith e Judy Dench e a muito jovem Helena Bohan-Carter.
 

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Jane Austen Birthday

Em dia de aniversário da Jane Austen, nada melhor do que ver como seriam as personagens na vida real :D

The Real Housewives of Jane Austen   

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Sai um erro de casting para a mesa do canto!

 
eu prometi não falar aqui no blogue sobre essa aberração da natureza que é o Orgulho e Preconceito e Zombies. O assunto cansa-me a mente e o corpo. Contudo não posso deixar de fazer aqui uma pequena observação. Quem foi o gajo que decidiu escolher o gajo de casaco preto para Darcy?? Nao é um belo homem como se espera, belo é o do casaco vermelho que faz de Bingley.
E pronto fechamos aqui o assunto, mas muito haveria a dizer sobre o filme ou livro.

domingo, 13 de dezembro de 2015

Ao desconcerto do Mundo

Os bons vi sempre passar
No Mundo grandes tormentos;
E pera mais me espantar,
Os maus vi sempre nadar
Em mar de contentamentos.
Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
Fui mau, mas fui castigado:
Assim que, só pera mim,
Anda o Mundo concertado.
 

Luís de Camões    
 
( tão simples e tão verdadeiro)

sábado, 12 de dezembro de 2015

retirado daqui: Movie Quotes

Vi este filme há uns meses. Adorei. Andava há anos para vê-lo mas sempre achei que era lamechas e nada de especial. Como estava enganada!! É um belíssimo filme. Este diálogo faz-me sempre pensar que fui um bocado preconceituosa em relação ao filme, sim julguei-o pelas imagens que via. Aprendi a lição.  


sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Saldos no Dames Au Couture

 
 
 

 
Minhas queridas amigas, aqui tem uma oportunidade de comprar as prendinhas de Natal, a preços mais simpáticos. Só têm até dia 13. Como diria a Mrs. Bennet: Hurry up you silly girls :D
 

Unfaithfull wifes

Este artigo do The Guardian fala sobre livros onde as mulheres casadas são infiéis. É uma lista como outra qualquer. O que me chamou a atenção foi incluírem um livro de um escritor brasileiro. É muito raro isso acontecer. Parece-me que as coisas estão a mudar e ainda bem.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Destino ou some things are meant to be

No filme When Harry met Sally, os testemunhos dos casais são verdadeiros. E o que eu mais gosto é este. Simplesmente porque demonstra que há coisas que estão marcadas para nos acontecer.
 
 
Man: We were both born in the same hospital.
Woman: Nineteen twenty one.
Man: Seven days apart.
Woman: In the same hospital.
Man: We both grew up one block away from each other.
Woman: We both lived in tenements.
Man: On the lower east side.
Woman: On Delancey Street.
Man: My family moved to the Bronx when I was ten.
Woman: He lived on Fordham Road.
Man: Hers moved when she was eleven.
Woman: I lived on a hundred and eighty third Street.
Man: For six years she worked on the fifteenth floor as a nurse where I had a practice on the
fourteenth floor in the very same building.
Woman: I worked for a very prominent neurologist, Dr. (someone or rather). We never met.
Man: Never met.
Woman: Can you imagine that?
Man: You know where we met? In an elevator. In the ambassador hotel in Chicago Illinois.
Woman: I was visiting family. He was on the third floor I was on the twelve.
Man: I rode up nine extra floors just to keep talking to her.
Woman: Nine extra floors.
 

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Dezembro de 2014 e o Pedro Abrunhosa

Há quem não goste e há quem goste do Pedro Abrunhosa. Mas o certo é que ele já comemorou o ano passado vinte anos de carreira. Para ler e ouvir aqui: Pedro

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

nos últimos anos qualquer livro que chegue ao top de vendas é adaptado para cinema. Da minha parte só tenho a agradecer pois assim sei que jogos vorazes, maze runners, divergentes e afins são livros que não vale a pena ler pois as histórias não são muito apelativas para mim. Embora admita que até gostei de alguns destes filmes e até vou ver os filmes que forem saindo destas sagas.
 
 

domingo, 6 de dezembro de 2015

sábado, 5 de dezembro de 2015

What have you been doing???



a resposta à pergunta é: reciclagem de uma lata. Primeiro, pinta-se, depois faz-se uma técnica de decoupage e por fim aplica-se a renda. E para os curiosos que estão a pensar: o que diz ali? Basta seguir este link: Captain's Wentworth letter from Persuasion.
 
( Sim, eu pensei em pôr aquela do Darcy: She is tolerable; but not handsome enough to tempt me.
Mas ninguém gosta de se lembrar que o Darcy disse isso, pois não?? :D :D  )

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Solteira e boa moça

Uma série de ilustrações sobre o que as mulheres solteiras pensam. São todas muito boas. Mas aquela do Leonardo Dicaprio leva o Oscar :D :D

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

O que ando a ler

Cavalo de Fogo - Gaza de Florencia Bonelli - estou a meio, conto terminar até ao fim do ano. Este livro está a ser mais chato do que o segundo pois o Eliah e a Matilde voltaram a estar mais no centro da acção.
 
 
Outlander - A Libélula Presa no Ambar  de Diana Gabaldon - no mês passado questionava se valeria a pena continuar a investir tempo na leitura desta saga. No ponto em que estou, página 656, acho que sim, que vale. É certo que o inicio foi lento, muito lento, mas agora está emocionante. Se continuarem a publicar vou continuar a ler.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Novembro de 2011 e a série brasileira Os Maias

Em Novembro de 2011 vi a série brasileira que adapta o livro do Eça Os Maias. O ano passado vi o filme português que adapta o mesmo livro e o resultado não podia ter sido pior. Os anos passam e eu continuo sem entender o porquê de se fazerem filmes que parecem teatro. Teatro não que já vi peças filmadas em teatro com melhores planos. É incompreensível, mas os pseudo intelectuais continuam a achar que isso é cinema e enquanto assim for o mundo do cinema continuará, por cá, igual.

Os Maias

domingo, 29 de novembro de 2015

Sonho Simples

Um dos sonhos da minha vida é ir a um casamento indiano. Mas sei que isso é quase tão impossível como ir à Lua. Por isso fico-me por imagens como estas. São tão coloridos e alegres e a música é o máximo. Eu adorava ver o Caminho das Índias, só para ver a música e a dança. Ok, eu admito também adorava o actor que fazia de Raj.

sábado, 28 de novembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Novembro de 2013 e um breve apontamento

não consigo entender como é que pessoas de trinta, quarenta e por aí fora ainda agem e pensam como se tivessem quinze anos. Tudo bem manter um espirito jovem e tal mas a partir de uma certa idade é idiota ser-se assim e recusar crescer. Em certa situações eu até acho que é uma forma de chamar a atenção.
 
 
Assim escrevia eu em Novembro de 2013, espero que isto não soe a convencida, mas às vezes acho que estes pequenos posts perdidos nos arquivos são a maior riqueza deste blogue.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Christmas presents

Já tinha colocado aqui alguma sugestões de coisas feitas por mim para presentes de Natal. Hoje vou colocar mais algumas sugestões, são trabalhos feitos por mim ou pelas minhas amigas do Dame Au  Couture. São as prendas que podem oferecer às amigas, à prima, à cara-metade, mãe, tia, irmã, colega de trabalho, sogra, avó...

As nossas avós eram moças muito prendadas e de certeza que irão gostar deste belíssimo trabalho do Lenço dos Namorados, vão com certeza recordar quando conheceram o vosso avô e se apaixonaram perdidamente:


As amigas vão com certeza gostar de um cachecol muito quentinho:

As primas se forem jovens e gostarem de seguir a moda, vão adorar estas headbands: https://www.etsy.com/pt/listing/239251603/headband-ribbon-womens-hair-accessories?ref=shop_home_active_16

Para as colegas de trabalho, um caderno para depois não dizer que não apontou a reunião super importante: https://www.etsy.com/pt/listing/235923069/notebook-floral-roses-vintage-hardcover?ref=shop_home_active_15


Para a sogra e como se sabe que ela não vai dar valor e não, temos aqui um saquinho amoroso para ela guardar a tralha: https://www.etsy.com/pt/listing/236123673/beautiful-cosmetic-bag-pencil-case-bag?ref=shop_home_active_19


as irmãs que gostem de tecnologia vao apreciar esta bolsa para o tablet: https://www.etsy.com/pt/listing/251200431/blue-and-white-clutch-notebook-bag-e?ref=shop_home_active_1

 
a mãe é com certeza alguém que apreciará este estojo para guardar na carteira as suas tralhas:
 
 
and last, but not least, a cara-metade, a fabulosa gola que dá para o menino e para a menina. Uma peça única que eu adoro e não é porque foi feita por mim :D mas porque é realmente muito bela:

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

De piroso a giro!!

 Aqui fica um antes e depois de um caderno que personalizei. O processo é simples.

1) Encapar a capa com papel craft, eu usei um saco de compras.

2) imprimir em papel vegetal uma imagem que gostem e colar na capa

3) criar uma moldura usando renda, comprei na tiger é como se fosse fita-cola mas em renda.

usei cola em spray, mas pode-se usar uma cola qualquer.

E pronto de uma maneira simples, económica podem ter um caderno personalizado!




terça-feira, 24 de novembro de 2015

Menino não entra

Hoje deparei-me com este artigo. Por acaso já tinha ouvido falar desta livraria, mas na minha inocência achei que davam preferência a escritoras mulheres.  Até pensei que estariam a apostar num nicho de mercado, estilo uma livraria só de ficção cientifica, fantasia, etc.
Mas afirmar que só colocam escritores masculinos se fizer sentido que as mulheres os leiam parece-me parvo e até preconceituoso. Lutamos pela igualdade para isto?
 
Não preciso de fazer uma análise exaustiva ao que li até à data para saber que dominam as autoras femininas. Mas isso tem uma explicação simples, leio muitos romances cor-de-rosa onde as autoras são, quase sempre, do sexo feminino. E nos livros dos autores que valem mesmo a pena ler, de uma maneira geral acho que os livros escritos por mulheres têm melhores protagonistas e se há coisa que me irrita é ler maus personagens femininos. Este ano os melhores livros que li foram todos assinados por homens. Era caso para ir a esta livraria e ver se eles andam por lá.  

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Novembro de 2010 e bailado no gelo

Desde que vi isto que todos os anos anseio para que voltem. Foi uma tarde maravilhosa e adorava voltar a ver este espetáculo. Sim, eu tenho o dvd que comprei depois do espetáculo mas não é a mesma coisa.

domingo, 22 de novembro de 2015

The Miracle of Love

Há pessoas na nossa vida que conhecemos e perdemos o contacto. Muitas vezes por opção nossa outras por opção delas, outras porque era apenas uma relação que existia pelas circunstancias da vida. O Facebook pode ter muitos defeitos mas também muitas vezes permite reencontrar essas pessoas, seja porque se pesquisa, seja porque se encontra através de conhecidos comuns.
 
Recentemente adicionei uma antiga colega de trabalho no facebook e ontem, por acaso, encontrei por lá outra. Esta colega era daquelas com as quais os meus santos não se cruzaram e naturalmente depois que vim embora nunca mais falamos.
Como o perfil dela é público pude ver que ela tinha-se mudado para o Algarve para viver com um homem, não sei se marido, se ainda namorado. Ela que criticava muitas vezes uma colega nossa porque deixava o carro para o namorido e vinha para o trabalho de autocarro, ainda para mais vivia num sitio onde não tinha transportes de cinco em cinco minutos.
E tantas vezes ela falava e dizia que não fazia isto ou aquilo por um homem, nem sequer o deixava conduzir o seu carro.
Foi um facto que me surpreendeu ainda mais tendo em conta que o Algarve para quem vive no Porto não fica exactamente ao virar da esquina, são muitas horas de viagem.
 
Contudo, outra coisa me surpreendeu, ela tem lá no Algarve, um negócio. É uma loja de artigos para o lar e onde vende também artesanato feito por ela. Isto surpreendeu-me ainda mais pois nunca a achei paciente e se há coisa que é preciso para o artesanato é paciência para desmanchar e refazer muitas vezes.
 
Apesar de não sermos amigas e dificilmente voltar a contactar com ela, espero que esta nova fase da sua vida corra bem e que o negócio prospere.



sábado, 21 de novembro de 2015

Soneto de separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto....
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.
De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.


Vinicius de Moraes

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

O novo Leao da Estrela

É impressão minha ou isto não tem piada nenhuma?? Eu gosto dos filmes antigos portugueses, em especial do Leão da Estrela, mas este novo não me convence, a julgar pelo trailer.


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

War and Peace - trailer

Eu não vou muito à bola com a Lily James, mas série que tenha o Paul Dano é série para se ver. Acrescente-se o grande Jim Broadhent, a minha querida Scully, isto é, Gilian Anderson, e o bombom do James Norton. Além disso tenho curiosidade em ver algo clássico da Rússia, embora isto seja made by the british.


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

A nova caça às bruxas

Muito interessante este artigo da Noticias Magazine sobre como as coisas tornam proporções alarmantes na internet.
 
Eu nunca levei muito a serio o facebook, acreditem que levo mais a sério o meu blogue do que o que aparece no feed do facebook. Muitas vezes tenho vontade de partilhar determinadas coisas e comentar, mas nos últimos tempos raramente o faço. E se não o faço é porque sei que posso ser mal interpretada. A verdade sobre as redes sociais é esta: as coisas estão muitas vezes descontextualizadas e com isso podem ser ofensivas. E dai a dar uma caça às bruxas é um pequeno passo.
Por outro lado, muita gente que temos nas redes sociais não nos conhece realmente e desconhece que o que dizemos é uma piada e aí reside o perigo. Por isso em caso de dúvida mais vale não partilhar e muito menos comentar.
 

terça-feira, 17 de novembro de 2015

a diferença entre as outras pessoas e eu


os outros vêm uma frase inspiradora, eu vejo um molde para fazer uma aplicação e acho que ficava giro numa t-shirt ou assim.



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

domingo, 15 de novembro de 2015

A diferença entre os espanhois e os portugueses

Nesta semana que passou vi o segundo e último episodio da série espanhola Habitaciones Cerradas (em português o livro chama-se  A cor da Memória de Care Santos)
Foi uma boa série, sobre um pintor do inicio do séc. XX que tinha um temperamento quente. Na atualidade, na casa onde viveu, é descoberto um corpo que vem trazer nova luz sobre os acontecimentos da sua vida que os herdeiros davam como certos.
É apenas um exemplo de um livro que foi adaptado, podia citar o Tempo Entre Costuras ou  Palmeiras na Neve, o primeiro deu série e o segundo será filme a estrear no Natal em Espanha.
Tudo isto para dizer que as adaptações de livros espanhóis são cada vez mais frequentes. Já as adaptações de livros portugueses são inexistentes. É verdade que não existe interesse na literatura portuguesa, mas também não existe interesse de parte de quem faz filmes em adaptar livros dos novos escritores que tem surgido nos últimos anos. Talvez devêssemos tomar os espanhóis como exemplo e imita-los.

sábado, 14 de novembro de 2015

Não sou entendida em politica. O que eu sei é que desde os atentados de 11 de Setembro, os ataques terroristas tem-se repetido. Aqueles foram apenas os primeiros e fizeram o mundo acordar para uma realidade negra e que até aí só víamos em filme.
O nosso país é insignificante a nível internacional para ser alvo de um ataque assim, mas isso não quer dizer que não aconteça. Nós, cidadãos do mundo, e que andamos por aí livremente podemos estar confortavelmente a gozar umas férias e sermos vitimas deste tipo de ataque. Por muito que a policia prenda ou policie não consegue evitar estes ataques. A rede é muito grande e é como uma Hydra com muitas cabeças...

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

"The environs surrounding our birth are matters of chance, but whether we are trump cards, and win the game of life, is largely due to ourselves."
 
—Mueller, B. Marie, "Random Thoughts." Good Housekeeping, December 10, 1887. p. 75.
 
 
encontrei no faceboook da Sarah A. Chrisman aquela senhora que vive com o marido como se vivessem no período victoriano e da qual já falei uma vez aqui no blogue.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Jane Austen's Handbook

Nada como usar o conhecimento sobre a Jane Austen para responder no tinder: Jane Austen
 
(suponho que também se possa usar para pessoas que conhecemos sem ser no Tinder :D )

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Novembro de 2014 e The Mindy Project

Apesar da minha relutância inicial em ver ( não sou fã de comédia americana) a série é hoje uma das minhas favoritas. Para quem não conhece aqui fica um post sobre a mesma: Mindy

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Alerta para todos os que gostam de boas histórias em forma de filme

Hoje, às 21h30m, o AXN White vai emitir o filme Como Água para Chocolate. É um dos meus favoritos tanto o livro como o filme e uma das poucas adaptações que é extremamente fiel ao livro.
 
Aqui fica a sinopse tirado do site do AXN White:
 
História de amor e gastronomia ambientada no México, no princípio do séc.XX. Dois jovens profundamente apaixonados têm de renunciar ao amor que sentem um pelo outro porque a Elena, mãe de Tita, decide que a filha mais nova terá de permanecer solteira para a poder cuidar durante a velhice. Entre os cheiros e sabores da cozinha tradicional mexicana, Tita sofre durante muitos anos a perda de um amor que viverá para além do tempo.
 
 

Um blogue a ler

Uma querida amiga, começou um blogue sobre a sua luta contra a perda de peso. Para ler aqui: Eu em dieta me confesso

domingo, 8 de novembro de 2015

A arte de memorizar nomes

Durante muito tempo a Joana foi filha única, mas no ultimo Natal ganhou uma irmã, a Sara. Eu dificilmente distinguiria a Joana entre as outras filhas e filhos já agora. Mas ela tem as unhas pintadas, anda sempre por perto e foi sempre a preferida. Acontece que com o nascimento da Sara, tudo se alterou. A Sara passou a fazer parte das brincadeiras. Acontece que eu chamo-lhe muitas vezes Joana, e ela diz-me que não é Joana e sim Sara. Uma vez agarrou num papel e deu-me explicando-me que assim não ia mais confundir os nomes. Acontece que eu continuo a confundir. Nunca pensei nesta idade confundir assim as pessoas. E penso que um dia quando ela tiver filhos a sério talvez eu os vá confundir...
 
( para quem não entendeu este post é sobre as bonecas da minha sobrinha) 

sábado, 7 de novembro de 2015


isto lembra-me um programa de televisão que vi há muitos anos que falava sobre as diferenças entre os homens e as mulheres. Uma das coisas que me lembro era precisamente ver um bebé vestido de rosa e depois de azul e as pessoas assumirem automaticamente que era menino ou menina ( ninguém se deu ao trabalho de verificar). O mais interessante era que o tratavam de forma diferente consoante assumiam ser menino ou menina.



sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Amigas Fashionistas, este post é para vocês!!

Estão tristes porque não agarram nada da Balmain ontem da H&M do Chiado?? Não fiquem!! Hoje pelo dobro do preço podem comprar as mesmas peças no OLX!!
 
Aqui fica o link: http://olx.pt/ads/q-balmain/
 
E assim fica explicado o motivo de andarem à estalada nas lojas, agarrarem em todas as peças que conseguem, estilo sprint para a meta e tirarem a oportunidade de comprar a quem REALMENTE quer ter as peças.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

mais um milionário...

Longe vão os tempos em que as pessoas enriqueciam porque trabalhavam muito, mas mesmo muito. Hoje em dia já não é assim. Há uns meses ouvi falar de Zoella e como se tornara famosa graças ao youtube, mas se ela ganhou fama a mostrar o que compra e o que faz. Este rapaz, ganhou porque faz vídeos com os seus comentários enquanto joga videojogos.
Vivemos num mundo estranho...
 
 
 

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

The Question of the Day is....

se eu fosse ver isto ia gostar?? Acho que sim, afinal adoro musicais e adorei o filme que está na origem deste musical.
Acho curioso terem escolhido o Jamie Campbell Bower para fazer de Joe, papel que no filme é interpretado pelo Jonathan Rys Meyers. Deve ter sido porque são parecidos, não só fisicamente mas porque são actores que têm um certo carisma de alpha male. Os dois entraram no filme dos Instrumentos Mortais.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Mais uma sugestão natalicia

Aqui tem mais uma sugestão de prenda para o Natal. Se gostam do modelo mas preferem outras cores, por favor, contactem-me para o bijoumize@gmail.com.
Esta bolsinha é muito pratica para andar na carteira com aquelas tralhas que só as mulheres têm ou para ter em casa com produtos de maquilhagem ou outros.
 
Para ver mais fotos e comprar esta bolsinha: Dames Au Couture
 
 
 

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Para começar o dia e a semana a reflectir

Para começar esta semana e o dia, nada melhor do que ver este vídeo: see
 
Alguns pensamentos que me ocorreram enquanto via o vídeo:
 
- Ele não é nada de especial, por isso ela recusa, ela também não é já agora.
- Se um desconhecido a aborda, recusa qualquer contacto, mas se esse mesmo desconhecido tiver um Lamborghini já não hesita em ir com ele.
- É incrível como as pessoas acham que ter dinheiro ( aqui manifestado na forma de um carro) é sinonimo de ser boa pessoa, dai ela ir logo atrás dele e querer ir no carro com ele. Não importa que ele a leve para um sitio qualquer e lhe faça mal.

domingo, 1 de novembro de 2015

O que ando a ler

Cavalo de Fogo - Gaza de Florencia Bonelli - Cheguei ao último livro desta trilogia. Tem sido uma leitura cheia de altos e baixos, mais baixos do que altos. Quando terminar, vou falar sobre esta trilogia aqui no blogue.
 
 
Outlander - A Libélula Presa no Ambar  de Diana Gabaldon - Estou a meio ou se quiser ser rigorosa, estou quase a chegar ao meio. Chegada a este ponto era de esperar que muita coisa já tivesse acontecido, mas não. Já quando li o primeiro fiquei com a sensação que a Diana enchia o livro com cenas que não acrescentavam nada e neste tenho a mesma sensação. Tenho pensado se valerá a pena continuar a ler ou ficar apenas pela série de TV. Quando chegar ao fim do terceiro, tomarei uma decisão.
 
 
 

sábado, 31 de outubro de 2015

Happy Halloween*


* não sou fã do Halloween, mas adoro vampiros! Não me importava nada de encontrar o Conde Drácula, versão Gary Oldman ou Jonathan Rys Meyers, o Angel, o Damon ou o Louie e deixa-los morder-me o pescoço.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Música para os meus ouvidos

Por estes dias a BBC Entertainment andou a repetir o Orgulho e Preconceito 1995. Só de ouvir a música da intro fico logo bem disposta. E pensar que já vi isto tantas vezes e nunca me canso. E muitas vezes ainda descubro coisas novas. Nada como uma boa adaptação para fazer justiça a um livro, infelizmente algo cada vez mais raro.



quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O musical de Orgulho e Preconceito, agora sim com música :D

E se a ideia do musical já tinha me tinha deixado de pé atrás, quando finalmente vi isto só pensei: Are the shades of Pemberley to be thus polluted??  



segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Comemorando os seis anos do blogue: Outubro de 2013 e Amo-te Teresa

Um pequeno pedaço do livro Amo-te Teresa que andava a ler por esta altura.
 
 
 
A memória é selectiva, sim. Vai eliminando todos os ruídos e recordações sem importância, mantendo bem vivas aquelas que de facto nos marcaram para sempre. Só é pena não ter poderes para eliminar os maus pensamentos, as infelicidades, as dores. Pensando bem, talvez seja melhor assim. Afinal, quem pode saber o que é a felicidade sem nunca ter sofrido?
 
do livro Amo-te Teresa.
 

domingo, 25 de outubro de 2015

Porta dos Fundos

quem anda pela internet já se cruzou com a Porta dos Fundos. É um tipo de humor que nem todos gostam, eu do pouco que vi gostei. Aqui fica um que deve de acontecer muito aos homens quando finalmente vão viver sozinhos.


sábado, 24 de outubro de 2015

Comemorando os seis anos do blogue: Outubro de 2011 e recordando o Titanic

Por esta altura escrevia sobre o Titanic:  Titanic, uma perspetiva 13 anos depois da primeira visualização
 
Para mim parte da magia do cinema está em ver o mesmo filme e descobrir coisas novas, mas existem alguns filmes que vejo pelo prazer de ter gostado muito quando vi pela primeira vez, o Titanic é um deles.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Comemorando os seis anos do blogue: Outubro de 2012 e o milésimo post

Foi neste mês que cheguei ao milésimo post. O blogue tem passado por fases mais paradas, outras mais activas e outras no meio termo. Os últimos meses tem sido super activos e espero continuar assim. Adoro debitar aqui o que penso.
 
Este post é especial pois é a milésima vez que escrevo aqui. Na verdade não será bem a milésima vez porque muitas vezes escrevi e apaguei. Se o fiz foi porque muitas vezes após escrever fiquei com a sensação que a minha ideia ia ser mal entendida, outras senti que podia estar a ofender as pessoas, algumas vezes achei que estava a revelar mais do que queria e outras que estava simplesmente a repetir-me.
Após 1000 posts continuo a gostar muito do blogue, continuo a gostar de escrever aqui. Quem me acompanha do inicio sabe que a frequência começa a ser cada vez menor quando comparada com as actualizações diárias no inicio do blogue. Por um lado, as ideias continuam iguais e por isso não há motivo para repeti-las e por outro neste momento divido-me por três blogues, o que nem sempre faz sobrar tempo para este; embora as participações nesses blogues sejam diferentes e muito mais espaçadas, a verdade é que enquanto perco tempo num deles é tempo que não sobra para este...
Não há muito mais a dizer, acrescento apenas: venham mais 1000 posts!!

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Sai mais uma dose de Vicent Cassel para a mesa do canto

Desde que vi o Vicent Cassel no Black Swan que fiquei encantada com ele. Desde aí tento ver tudo aquilo que ele faz ou até já fez. Por isso quero ver este filme, que traz de bónus o actor dos amigos improváveis, outro bom actor. Há uns anos não dava muito pelo cinema francês mas nos últimos tempos tenho gostado do que tenho visto. Penso que deixaram de lado o pseudo existencialismo e apostaram em histórias humanas e sobretudo mais simples.


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Longburn - Amor e Coragem de Jo Baker

O sucesso que Jane Austen alcançou durante a sua curta vida não foi muito. Felizmente para nós não ficou esquecida no seu tempo e actualmente goza de muita popularidade.
Para quem lê não é surpreendente o número de livros que se publicam que recriam os vários livros que escreveu ou que se inspiram nessas mesmas histórias. Afinal a pratica de fanfiction está bem presente em sites da internet e até tem dado origem a livros publicados nos últimos anos ( as cinquenta sombras são fanfiction do Twilight)
 
 
Longburn - Amor e Coragem é pois uma espécie de fanfiction, embora não tenha começado na internet. Este livro recria o ambiente de Orgulho e Preconceito de Jane Austen, pelo ponto de vista dos criados. Creio que esta perspectiva terá sido motivada pelo sucesso da série Downton Abbey.
Apesar da quantidade enorme de livros que existem que recriam os vários livros de Jane Austen, nunca tinha lido nenhum, talvez porque creio que estes livros sejam desnecessários porque nunca serão tão bons como os originais. Por isso mesmo foi um bocado a medo que comecei a ler e a desilusão foi se entranhando. O problema é que lemos isto e esperamos Orgulho e Preconceito, again, mas isto não é Orgulho e Preconceito.... Além disso, o livro tem uma forma lenta de se desenvolver. Mas a partir do fim da primeira parte, a historia ganha vida e fui ficando, fascinada e intrigada pela vida de Sarah, James, Polly, Mrs. Hill e Mr. Hill, os criados de Longburn.
Não será um livro que ganhará o estatuto de clássico, mas é um livro que trará aos fãs de Jane Austen uma perspectiva diferente daquela que encontramos nos seus livros.
Longburn é um livro com uma história bem estruturada, bem escrito, com pouquíssimos clichés, muitas vezes surpreendente e que qualquer janeite irá gostar de ler.

 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Christmas is coming

Já falta pouco para o Natal e que tal oferecerem a quem mais gostam uma bolsinha para guardar o tablet? O trabalho é feito à medida ( tem de me dar as medidas), podem escolher os tecidos. O preço será de 15€+2,30€ ( portes de envio, em correio registado) Se estiverem interessados enviem email para: bijoumize@gmail.com



segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Bom Karma

Dizem os entendidos que casamento se desfaz até na porta da igreja. Uma semana antes do casamento, o noivo decidiu não casar. A família da noiva em vez de cancelar o copo-de-água, decidiu dar a comida aos sem-abrigo da cidade. Achei que esta atitude revela bom coração e de certeza que um dia vai ser recompensada.

Podem ler a noticia aqui: noticia

sábado, 17 de outubro de 2015

Cozinhar está na moda

Penso que não é absurdo dizer que REALMENTE cozinhar está na moda. Sempre houveram revistas e livros sobre culinária e também rubricas de cozinha em programas de televisão. Mas agora tudo isso tem sido multiplicado e essa febre chega até ao cinema e aqui a Madrigal que gosta do assunto quer ver este filme. Ajuda ter o Bradley Cooper no elenco, não vou mentir, mas mesmo que não tivesse ia querer ver.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Jane Eyre

Foi neste dia em 1847 que Charlote Bronte publicou Jane Eyre. Considero a Jane uma das melhores personagens femininas que conheço. O mulherio delira pelo Rochester, quem diria que tantos anos depois uma criação literária ainda criaria tanta admiração e paixão??


Comemorando os seis anos do blogue: Outubro de 2010 e diferentes estados de espirito

Um pequeno apontamento sobre a importância as escolhas musicais do filme, Eternal Sunshine of Spotless Mind: Dos estados de espírito

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Casar à moda do Love Actually

Andava eu aqui no youtube quando descobri este vídeo. Gostei, mas continuo a achar que gostava de ir a um casamento onde recriassem esta cena: O Tigre e a Neve


quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Historiadores, picuinhas is their middle name

Há uns meses quando estreou a série Wolf Hall ( adaptação do livro com o mesmo nome da autoria de Hilary Mantel sobre o Henrique VIII), li um artigo num jornal inglês em que os historiadores criticavam a escolha de uma das actrizes. Os historiadores diziam que ela era demasiado bonita para interpretar a sua personagem. Os produtores da série defendiam-se dizendo que a tinham escolhido pelo talento e não pela beleza. A bem da verdade uma actriz feia é algo tão raro como um nevão em Julho.
Este artigo lembrou-me que uma vez num programa de televisão da RTP, em que as pessoas falam sobre a programação da RTP ( o que está bem, o que está mal) falaram precisamente de séries históricas. Claro que os historiadores falavam do facto de uma série mostrar os personagens a fumar charutos numa altura em que tal ainda não acontecia.
 
Eu, que já vi muitas séries e filmes que retratam pessoas que existiram mesmo, acho parvo estas observações. Qualquer pessoa que veja um filme sobre o Henrique VIII ou outra pessoa importante da História e tenha um mínimo de inteligência sabe que está a ver um produto de ficção. Logo tudo aquilo que vê será sempre em parte adulterado a bem da ficção. Além disso muitos pontos são demasiados obscuros e os próprios historiadores tem as suas teorias sobre o que de facto aconteceu. O argumentista/escritor é, muitas vezes, obrigado a inventar.
 
De resto, os historiadores deviam relaxar mais e deixarem de ser picuinhas. Cada vez que vissem um filme ou serie histórica deviam fazer um drinking game. Sim, cada vez que vissem um erro, bebiam um golinho e no fim estariam mais alegres e felizes. Agora, não aconselho a que façam isso com a Reign é que neste caso concreto correm o risco de terminar o dia em coma alcoólico.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

The gift of imagination




Quando as pessoas falam sobre a Ana dos cabelos ruivos geralmente falam sempre sobre o facto dela falar pelos cotovelos. Como já escrevi por aqui a personagem é a minha preferida de sempre. São poucas as pessoas que falam sobre a imaginação dela. Para quem não se lembra ou não conhece, ela era uma criança cheia de imaginação e a seu modo usava essa imaginação para viver num mundo melhor.
 
Eu também sempre tive e tenho muita imaginação. Sempre achei que com o passar dos anos essa imaginação iria desvanecer e eventualmente desaparecer, mas não, continua tão activa como sempre.
Às vezes penso usa-la para um negócio em que daria ideias para as pessoas usarem. Como, por exemplo, vão conhecer os amigos do namorado e para quebrar o gelo quando perguntam: então tu é que és a namorada do António? Em vez da banal resposta: sim, dizer antes: não, eu apenas ando com ele pelo sexo ( sim esta foi inspirada no Pretty Woman que vi ontem à tarde) Ou então em vez de fazerem uma sessão fotográfica no campo com o mais que tudo, fazer num qualquer monumento. Sim eu sei que o campo é mais romântico, mas já toda a gente fez isso não é?
E eu podia continuar aqui o resto do dia, mas acho que já ficam com uma ideia das ideias que podiam usar. Infelizmente Portugal é um país onde se pensa pouco fora da caixa e por isso mesmo uma coisa assim estava votada ao fracasso. Contudo o mundo evolui e quem sabe um dia não há uma mudança e uma empresa de ideias pode ter sucesso? Da minha parte aguardo até porque me parece que até morrer a imaginação vai continuar tão activa como até aqui.



domingo, 11 de outubro de 2015

Falar à Puorto, carago*


Por acaso eu uso o morcom em sentido de atado, mas pronto estamos sempre a aprender :D

Creditos: IllustrART


* carago, não, carago

sábado, 10 de outubro de 2015

O livro de David Duchovny

Prestes a voltar ao pequeno ecrã com a série que lhe deu fama, David Duchovny, lança agora um livro. A julgar pelos episódios que escreveu para os Ficheiros Secretos não será nada de especial. A bem da verdade esses episódios até têm boas ideias, mas não são os melhores que a série nos deu. 
Mas mesmo assim tenho curiosidade e assim que puder vou ler.
Podem ver os detalhes do livro aqui: Vaca Sagrada  

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Nuvem de Lagrimas

E se Orgulho e Preconceito de Jane Austen virasse um musical com as músicas de Chitãozinho e Xororó???   Não é partida de 1 de Abril é mesmo verdade!!




quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Winter is coming part 2

Como já falei aqui tenho uma parceria com umas amigas numa loja no Etsy. Neste momento acrescentamos mais uma gola ao stock. Esta é diferente da outra e pode até ser usada por homens. Como já disse posso fazer noutras cores e esta versão também fica bem em versão cachecol. Fiz um para o meu irmão. Infelizmente não tenho foto.
Se tiverem interessados entrem em contacto comigo para bijoumize@gmail.com




Mais pormenores e fotos aqui: gola

Deixo-vos também o link para um cachecol feito por uma das minhas amigas que tem gorro a condizer:
Cachecol
Gorro


Para quem gosta de peças diferentes ou tem amigos que gostam este colar feito a partir de uma gravata é a prenda ideal:



Colar

P.S: não sou eu nas fotos :D

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Think Mcfly, Think!!

Julgo que foi a semana passada que andou para aí um passatempo no facebook para ganhar o último Iphone. O passatempo, à primeira vista parecia ser promovido pela FNAC e também pela Worten. Os mais atentos começaram a desconfiar.
Eu sei que quando vamos ao facebook somos inundados com info. É um sem fim de actualizações de páginas, são as notificações dos amigos que colocam gosto em tudo que partilhamos, são as mensagens, são as novas mensagens nos grupos dos quais fazemos parte. É muito fácil cair, nestas coisas pois a nossa atenção está sempre dividida com as várias coisas que aparecem. Mas se as pessoas pensassem um bocadinho talvez isso não acontecesse. Reparem a FNAC e a Worten são lojas e como lojas querem vender. Se o objectivo é vender acham que iam disponibilizar um Iphone??? Claro que não. As lojas raramente fazem passatempos e quando fazem anos e assim o que fazem é promoções porque isso cumpre o objectivo que é já se sabe vender.
 
Vi agora o mesmo esquema para o continente, para ganhar cartões de compras. O que acontece é que quem faz isto fica com gostos e likes e dados que depois vendem e ganham dinheiro. Portanto da próxima vez que virem uma coisa destas desconfiem, pensem e vão confirmar junto da fonte até porque se a fnac ou afins quisesse fazer um passatempo não ia criar uma página para o efeito, fá-lo-ia na sua própria página.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

O momento WTF do dia é????

quando entro no facebook e vejo que alguém partilhou esta noticia: Renoir haters picket outside Museum of Fine Arts. Eu também acho que muita coisa está mal em termos culturais mas dai a protestar contra um museu e ainda por cima contra um pintor consagrado, se ainda fosse outra coisa qualquer. Haja tolerância pelos outros e pelos seus gostos.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Teorias da Conspiração - Versão CTT

Em Agosto fui aos correios fazer uns envios. Uma era uma encomenda para enviar à cobrança, a outra era uma banal carta. A encomenda ia para Braga e a carta para Vila Nova de Gaia. Era uma terça-feira e o senhor dos correios perguntou-me se não queria enviar a carta em correio azul. Quando recusei disse-me que demorava três dias, fiquei espantada pois Gaia é já aqui ao lado. Pelos vistos aquilo ia para uma Central e depois é que ia ser distribuído. O facto é que no dia seguinte a encomenda chegou a Braga, não sei se aqui se aplicava a regra dos três dias e na quinta a carta deu o ar da sua graça na morada de Gaia.
 
Na semana passada, o meu pai foi comprar um envelope almofadado, daqueles mais pequenos, e pagou 1,05€. Mas o senhor dos Correios ofereceu-lhe um maior de correio verde que custa 2,70€. Para o envio que era sei que pago 1,40€. Ora mais uma vez os correios oferecem um serviço por um valor mais elevado quando existem alternativas mais baratas.
 
Eu não sei se quem está nos correios recebe comissão pelas vendas que faz, mas estas duas situações levam-me a pensar que sim.



domingo, 4 de outubro de 2015

Um pequeno vídeo sobre Orgulho e Preconceito de Jane Austen, um dos meus livros favoritos. Já li e ouvi muito coisa sobre este livro, mas o que é dito aqui parece-me do mais acertado que ouvi.



sábado, 3 de outubro de 2015

Comemorando os seis anos do blogue: Outubro de 2009 e falando de António Lobo Antunes

Em Outubro de 2009, ainda não tinha lido Lobo Antunes e por isso mesmo foi uma boa oportunidade para dissertar sobre o tema: António Lobo Antunes
 
Interessante encontrar um comentário onde alguém me critica por querer ler. Acho engraçado que venham aqui e falem assim.  

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

O que ando a ler

Cavalo de Fogo - Congo de Florencia Bonelli - Comecei por não gostar nada do primeiro volume desta trilogia. Agora estou a gostar, não é que a história em si tenha melhorado, continua com maus personagens e muita tendência para a novela, mas as causas humanitárias são uma excelente temática. Pena que não existam muitos livros sobre o tema.
 
 
 
Outlander - A Libélula Presa no Ambar  de Diana Gabaldon - Se eu tivesse um euro por cada erro de tradução que já encontrei, tinha neste momento dinheiro suficiente para comprar o próximo volume e ainda só vou na página 202. A continuar a assim chego ao fim do livro com dinheiro para comprar a série toda, isto se continuarem a editar por cá.
 
 
Longburn - Amor e Coragem de Jo Baker -  o livro que reconta Orgulho e Preconceito de Jane Austen pelo olhar de uma criada. São às centenas os livros que recontam ou continuam os livros de Jane Austen, especialmente Orgulho e Preconceito. Contudo são poucos os livros deste género que chegam cá. Não são livros que me despertem grande interesse... Confesso que não estava a gostar muito, mas agora estou num ponto que posso dizer que tenho curiosidade de saber o que se segue. Mas acho difícil que seja um livro que entre para a galeria dos favoritos.
 

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Comemorando seis anos de blogue: Setembro de 2012 e os trolhas

É a ler os posts mais antigos que vemos quem veio cá parar. Relendo penso: seria para algum bailarico lá na empresa? Despedida de Solteiro?? :D
 
 
 
os trolhas além de lançarem piropos amorosos quando passa uma mulher ainda se dão ao trabalho de nas horas de trabalho pesquisar na net as bailarinas pimba!! E mais dão-se ao trabalho de ir até à décima quinta página da pesquisa google!!
 
( isto tudo porque um dia destes vieram cá parar ao blogue com uma pesquisa dessas! E como têm IP próprio aparece o nome e era de uma empresa de construção civil, dá que pensar!!)

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Sense 8

Sense 8 é a minha mais recente descoberta do mundo das séries. Uma série realmente boa e com uma premissa bastante original
8 estranhos, em 8 cidades diferentes, com vivencias e realidades diferentes que conseguem se conectar e até mesmo interagir uns com os outros e até mesmo tomar o lugar do outro, literalmente. No inicio, eles pensam que estão loucos, mas aos poucos encontram no estranho um amigo que precisam para desabafar ou a destreza física para enfrentar uma situação de perigo.
 
Os oito personagens não podiam ser mais diferentes: Nomi, uma transsexual e antiga hacker que vive em São Francisco com a namorada Amanita; Wolfgang, um criminoso das ruas de Berlin; Will, um policia em Chicago; Riley que ganha a vida como D.J. em Londres e é islandesa; Capheus, o miúdo pobre de Nairobi que conduz um autocarro; Kela, a indiana prestes a se casar com alguém que não ama, Sun uma executiva de Seul e mestre em artes marciais e Lito, um bem sucedido actor mexicano que esconde que é gay para não arruinar a sua carreira.
 
 
Apesar da premissa de ficção cientifica é no drama que a série marca pontos. Talvez porque vivemos num mundo onde os outros se importam apenas com eles ou talvez porque essas mesmas pessoas tem sérias dificuldades em se colocar no lugar do outro e ter empatia. Temos aqui um grupo de pessoas, muito diferentes mas que se ajudam, interagem e tentar perceber com realidades diferentes das suas.