domingo, 8 de novembro de 2015

A arte de memorizar nomes

Durante muito tempo a Joana foi filha única, mas no ultimo Natal ganhou uma irmã, a Sara. Eu dificilmente distinguiria a Joana entre as outras filhas e filhos já agora. Mas ela tem as unhas pintadas, anda sempre por perto e foi sempre a preferida. Acontece que com o nascimento da Sara, tudo se alterou. A Sara passou a fazer parte das brincadeiras. Acontece que eu chamo-lhe muitas vezes Joana, e ela diz-me que não é Joana e sim Sara. Uma vez agarrou num papel e deu-me explicando-me que assim não ia mais confundir os nomes. Acontece que eu continuo a confundir. Nunca pensei nesta idade confundir assim as pessoas. E penso que um dia quando ela tiver filhos a sério talvez eu os vá confundir...
 
( para quem não entendeu este post é sobre as bonecas da minha sobrinha) 

2 comentários:

Vitita disse...

A mim que tenho uma profissão onde memorizar nomes faz a diferença entendo bem isto... o nome é uma parte intrínseca da nossa identidade e torna-se parte de nós, como quem escolhe fazer uma tatuagem. Conheço pessoas que alteraram o nome e a mim faz-me tanta confusão como aquelas que cortam as orelhas ou tiram o umbigo, é um reescrever da própria história matando o protagonista. A tua sobrinha deve ficar muito afectada por isso, deve começar a achar que te tem de tratar como a Tia velhinha do Alzheimer que confunde os nomes de toda a gente, afinal é o que todas as crianças pensam das pessoas com 30 anos, não se lhes pode dar razão para isso. :)

Madrigal disse...

Sim, sem dúvida que o nome faz parte da nossa identidade. Eu sinto o meu nome como meu, embora existam centenas de mulheres com o meu nome.
Já me aconteceu estar com uma pessoa que tem o mesmo nome que eu e posso-te dizer que sempre que chamavam essa pessoa, eu achava que era para mim, embora soubesse que não era pois as pessoas eram família dela e a mim não são nada, mal me conhecem.

O problema com a minha sobrinha é que são demasiados filhos e eles tem todos nomes, mas eu só fixei mesmo a Joana, por ser a preferida :D
Mas sim ela deve-me de ver com a tia velhinha :D