quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

A vida e os tutoriais de artesanato

Muitos de nós quando falamos com alguém, seja amigo íntimo seja uma mero conhecido, dizemos sempre o que achamos sobre esta ou aquela situação. Não é estar a julgar. É mais dizermos que se um dia tivermos filhos não vamos dar tudo o que quiserem. Ou dizer que numa relação deve de haver cedências de parte a parte. Eu podia continuar nos exemplos, mas penso que entendem o que eu quero dizer. A realidade é que quando se fala dizemos muita coisa que depois não fazemos. Isto acontece porque falar é fácil e fazer é difícil, além de uma série de condicionantes que a situação tem.
 
Já li ou vi diversos tutoriais de artesanato por ai. Há coisas mais difíceis de fazer e outras mais complicadas. Mas pensando nas mais simples elas parecem realmente simples de fazer. Leio, releio e depois meto mãos à obra. Não são raras as vezes que empanco e fico ali a olhar e a reler o que fazer....
Eventualmente há fumo branco e continuo, outras vezes peço ajuda ou tento pesquisar na net.
 
Há dias dei por mim a pensar nos tutoriais e nas conversas do que se fazia ou não. E pensei que a vida é mesmo assim: por muito que se pense fazer ou se ache que deve de ser desta maneira o caminho nem sempre é fácil como se pensa quando não se está lá....

2 comentários:

Eva Maria Valério de Sousa disse...

Os ingleses têm aquela expressão de usar os sapatos dos outros e é mesmo verdade, eu muitas vezes vejo-me em situações a reagir de forma totalmente diferente àquela que achava que ia reagir. Acho que só sabemos verdadeiramente o que faremos no momento, por vezes somos mais fortes do que imaginámos, outras mais fracos..

Madrigal disse...

esta é uma das poucas vezes em que estamos de acordo.