sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Cinema e Livros

Antigamente quando eu lia algures que o filme X era adaptado de um livro tentava encontra-lo e quase sempre comprava. Foi assim com o Fim da Aventura de Graham Greene, por exemplo. Eram outros tempos e eu sabia que só os bons livros iam para o cinema. Hoje qualquer livro que chegue aos tops acaba inevitavelmente no cinema. Por isso mesmo já não faço isso há muito tempo. Embora admita que muitas vezes o filme acaba por me chamar a atenção para o livro. Sei que muitos livros bons ainda continuam a chegar ao cinema.
 
Ao ler esta entrevista com Carlos Ruiz Zafon achei interessante a perspectiva dele. E tiro-lhe o meu chapéu dado o sucesso dos seus livros deve ter sido muito assediado para vender os direitos. Quanto a mim ainda não li esta tetralogia, mas quem sabe 2017 não é o ano para isso?  

4 comentários:

Eva Maria Valério de Sousa disse...

Eu não gosto do "Amor e amizade" da Jane Austen, e adorei a adaptação. Também faço isso muitas vezes procurar livros de filmes que gosto, quando é ao contrário nem tanto...

Madrigal disse...

O livro perde sempre quando adaptado ao cinema. Há casos de verdadeiro horror, outros até se veem bem e há os realmente bons. Ainda estou em falta com esse livro e filme ;)

Eva Maria Valério de Sousa disse...

Eu nisso não concordo, no África minha e no Expiação achei os livros melhores que os filmes, tal como neste da Jane..

Madrigal disse...

Ainda não li os livros em questão. Mas a regra é que o livro seja melhor, mas claro há sempre excepções. :D